Eu sou apaixonada pelo comportamento humano e uma estudiosa sobre os impactos que o trabalho tem na nossa vida. 

Desde pequena, eu sempre fui muito curiosa sobre o comportamento das pessoas, meus pais me contam que na infância eu gostava de “papo de adulto”. Queria saber o que eles estavam falando, conhecer mais sobre o que eles faziam e porquê. Sempre fui uma grande questionadora. 

 

Na adolescência eu comecei a fazer terapia muito cedo. E foi nessa oportunidade que eu me apaixonei (de vez) e quis saber tudo sobre comportamento humano. Queria entender porque e como as pessoas escolhiam e exerciam o seu trabalho. Fui percebendo, aos poucos, que ter conhecimento sobre isso podia me ajudar - e ajudar outras pessoas - a construir uma vida melhor. 

 

Essa seria a minha marca no mundo, eu sabia disso. Alguns anos depois, fui estudar psicologia na UFMG em Belo Horizonte. Foi nessa época, estagiando na área, que eu me encantei pelo mundo do trabalho. Nós passamos grande parte da nossa vida trabalhando, então é justo que nós possamos colocar nossa identidade no que fazemos, certo? 

 

Nos primeiros estágios eu já fui me direcionando para RH dos lugares que trabalhava. Sabia que em qualquer empresa, o setor de Recursos Humanos seria o lugar ideal para acompanhar de perto meus “objetos de estudo”: as pessoas e suas carreiras. 

ensaio_estefania_15_06_2018_BAIXA-172.png

 OI! EU SOU A Estefânia Barsante! 

Eu tenho sede de conhecer as pessoas, as culturas e o mundo! 

Eu sou uma pessoa em constante busca de crescimento, sempre quero fazer mais, saber mais, me aprofundar naquilo que estudo. Durante a graduação, eu fiz 3 intercâmbios: fui para os Estados Unidos, Chile e para a Inglaterra. Nesse último, estudei Psicologia numa das melhores universidades - University of Leeds. E depois dessas experiências, a minha vontade só aumentava: queria conhecer o mundo, as pessoas e as culturas.

 

Quando me formei fui morar em São Paulo. Eu queria todas as possibilidades e oportunidades que a cidade me trazia naquele momento. E a minha intuição (e estratégia) só me comprovaram isso. Passei no processo seletivo de Trainee do Itaú, um dos mais concorridos do Brasil, e dei um pontapé importantíssimo pra minha carreira. Foi lá, especificamente na área de Carreira, que eu conheci, vivenciei e entendi o que eram as melhores práticas pra trabalhar com pessoas. A gente cuidava de mais de 100 mil funcionários da empresa. Foi um momento de muito aprendizado, crescimento e aprofundamento das teorias que eu tinha aprendido até então. 

Eu gosto de desafios, de experimentar, de inovar!

IMG_7295.HEIC

Nessa mesma época eu comecei a minha pós graduação em Administração. Eu queria olhar para o negócio além das pessoas. Queria ter uma visão macro do sistema onde nós estamos inseridos. O meio influencia demais nossas atitudes, então nada mais justo do que entender o que está a nossa volta diariamente.  

 

Tempo depois, decidi ir para o Estados Unidos mais uma vez, fazer um curso de Inovação e Empreendedorismo na Babson College. Já fazia algum tempo que empreender estava na minha cabeça. Eu sabia que iria fazer isso, só não sabia quando. 

 

Depois de alguns anos no itaú, eu senti que queria me desafiar, dar um passo a mais. A minha versão ambiciosa e corajosa tomou a frente e eu fui em busca de novos desafios. Conhecia algumas pessoas da área de startups e fui convidada para ser Head de RH na Mobly, um e-commerce de móveis que estava em grande expansão. Paralelamente comecei minha especialização de 18 meses em Coaching no Instituto Ecosocial e a atender clientes individuais. Começava ali um novo momento da minha vida: um caminho para ser quem eu sempre desejei ser. 

 

Comecei a atender mulheres que estavam insatisfeitas na sua carreira e precisavam de ajuda para se reinventar ou se reposicionar. Foi um retorno certeiro à psicologia. Agora, claro, com a bagagem mais preenchida e centenas de ensinamentos. 

Um novo momento da minha vida estava surgindo!

Fiquei trabalhando nesse formato durante um ano. Em 2017 senti que o meu negócio estava crescendo e que eu precisava tomar uma decisão: continuar me dividindo em duas carreiras ou reunir tudo o que eu era, toda a minha experiência e fazer voo solo. 

 

Comecei a empreender full time. E foi a melhor decisão que eu tomei, desde o primeiro dia eu senti o poder que era trabalhar com algo que me dava alegria todos os dias. Em 2019 me mudei para o Vale do Silício (EUA) com o meu marido, que recebeu uma proposta de trabalho. 

 

Como eu já tinha morado fora, estava imersa no mundo das startups, falava inglês e estava sempre em busca do próximo desafio, eu vim. Mudar de país foi outro marco na minha vida, aprendi muito sobre quem eu sou e do que sou capaz. Tive que me reinventar, aprender um monte e adaptar meu negócio. Mudar de país não é um conto de fadas, mas com certeza te abre para um mundo de possibilidades (internas e externas). E hoje toda a minha bagagem de vida e carreira me ajuda a contribuir com a mudança pessoal e profissional de outras centenas de mulheres. 

 

Você também deseja ter uma carreira alinhada com quem você é, e que te permita alcançar seus objetivos profissionais e pessoais? Precisa de ajuda pra conquistar isso? 

 

Eu posso te ajudar! 

ensaio_estefania_15_06_2018_BAIXA-119_edited.jpg