• Estefânia Barsante

Os 3 principais erros que você comete quando faz um planejamento anual.



Eu amo virada de ano, eu sinto que é uma “permissão” coletiva. Um truque de calendário, uma virada de página em grupo, um momento em que todos achamos que tudo é possível e as mudanças estão logo ali na esquina. É só pegar, tá tudo fresquinho. E eu me incluo nesse movimento, sou mesmo uma pessoa que adora estes impulsos e estímulos, tento aproveitar todos eles sem medo de ser feliz.


Conversando com algumas clientes e seguidoras nas redes sociais, eu percebi que o sentimento é geral, todo mundo adora este trampolim. Acho que na vida adulta isso é o mais próximo que chegamos da animação do primeiro dia de aula, né?


Mas assim como na época do colégio, se você não prestar atenção, todo esse otimismo vai embora em questão de segundos. Por isso, eu separei 3 dicas do que NÃO fazer na hora de se planejar. Espia só:


#1 - Não planeje para seu “eu-ideal”, planeje para a sua versão real.

Sabe aquela pessoa que vive aí na sua imaginação? Aquela que acorda às 5 da manhã, lê uma hora por dia (livros de desenvolvimento pessoal, óbvio), come só orgânicos, ama academia, manda bem no trabalho todos os dias, cultiva o romance, encontra amigos e família toda semana e tira nota alta na pós? Pois é. Está mesmo. Ela não existe. E não adianta planejar para ela, porque você vai morrer na praia com insolação e frustrada. Vamos ser honestos por 1 minuto? Você quer mesmo dar check em todas essas atividades? Ou faz isso no automático porque a vida parece ter um pouco mais de sentido quando você carrega embaixo do braço um checklist completo pra mostrar pra galera?


#2 Não busque grandes revoluções, comece pequeno e expanda depois!

Se você é uma pessoa que não lembra a última vez que se exercitou, não planeje de repente correr 10km, ir na aula de spinning todos os dias e fazer a pose da guerreira de um pé só (nem sei se esta pose existe). A guerreira dentro de você se cansa com esta mudança toda da água para o vinho e, o mais comum, é trocar mesmo a aula de spinning por um bolo de chocolate depois da primeira semana de academia e nunca mais dar as caras por lá - mesmo tendo fechado o plano anual.


#3 Não olhe para seu planejamento como “resolvido”, ele é construído também ao longo do ano.

É comum você fazer um planejamento lindão no primeiro dia do ano, decidir as metas para os 12 meses, encher as folhas de adesivo e por fim, guardar tudinho na gaveta depois. Mas isso não vai te ajudar e provavelmente você vai voltar pra gaveta seis meses depois sem saber como seguir. Um dos pontos mais importantes do planejamento é entender que ele é flexível e funciona melhor quando te acompanha. O planejamento vira seu fiel escudeiro e deve acompanhar mudanças, acontecimentos inesperados e tudo mais que foge do seu controle.


E se você quer desviar desses erros e focar nas estratégias certas para fazer um bom planejamento, se liga nessa oportunidade! Eu vou realizar, no dia 06.11 às 14h (horário de Brasília) ou 10am (horário da Califórnia) uma aula aberta sobre planejamento e autoconhecimento.


Um encontro recheado de conteúdos teóricos e práticos para te ajudar a analisar a ressaca que os anos anteriores deixaram, descobrir o que você quer no próximo ano e criar um planejamento incrível que inclua você, os seus desejos e o seu estilo de vida.

Tem interesse em participar? É só clicar nesse link e fazer a sua inscrição. As vagas são limitadas e o evento é gratuito, então fique esperto!


Te espero lá :)


** Photo by Covene on Unsplash


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo