• Estefânia Barsante

Morar fora te dá permissão para ser quem você é


Há algum tempo, me toquei que mudar para fora do Brasil e começar a vida no exterior é como apertar o botão RESET (inclusive esse é o nome que escolhi para o meu podcast). Mas quando falo isso, não é exatamente no sentido de “começar do zero”, porque acredito que sempre levamos nossas experiências e aprendizados para onde quer que vamos, mas porque ao recomeçar uma vida no exterior, temos a oportunidade de começar a partir de uma folha em branco.


E a palavra-chave para isso é PERMISSÃO. Eu não cheguei nesta palavra sozinha. Na verdade, ela apareceu em reflexões sobre o que eu estava vivendo, mas também em sessões de coaching com minhas clientes e da boca de amigas expatriadas.


Ao mudar de país, sentimos que temos uma PERMISSÃO (de nós mesmos, dos outros, da sociedade) para sermos o que queremos ser e mudar o que, por algum motivo, não está bom.


Sair do nosso país de origem, é uma grande “quebra de expectativa” geral do que seria a vida “padrão”. Então parece que dá um tilt na cabeça de todo mundo (e de nós mesmas) e a partir daí não há mais receita pronta a ser seguida.


Além disso, no país de destino, você é uma pessoa desconhecida (para o bem e para o mau), isso significa que as pessoas não sabem como você é, qual a sua carreira e o que fez antes de chegar ali. Você pode contar sobre você do jeito que quiser. Enfatizar aquilo que tem orgulho e fazer novas escolhas.



A Débora, do episódio 3 do Reset, fala sobre isso: “Eu sabia que ninguém me conhecia quando mudei para os EUA e pensei: Ninguém sabe que sou tímida, então vou experimentar ser a pessoa que conversa com todo mundo”.


A Jéssica, no mesmo episódio, contou que conheceu o marido dela e casou aqui nos EUA em um curto período de tempo e que isso foi porque ela sentiu que era a única a tomar a decisão - não tinha familiares em volta dando pitaco.



Tem uma pesquisa bem interessante da Rice University que mostrou que quando a gente mora fora, a gente aumenta o nosso nível de Self-Clarity (que pode ser traduzido como clareza sobre si).


Longe das “amarras”, expectativas, caminhos definidos pela cultura e pessoas do nosso país de origem, temos espaço e permissão para entender quem somos de verdade e tomar decisões em cima disso.



A provocação que sempre faço às minhas clientes de coaching e trago para cá é: Já que você está fora do Brasil e vai ter que recomeçar mesmo, que tal recomeçar uma vida e carreira de um jeito autêntico, alinhada com quem você é?


Pra ajudar quem está nesse momento, aqui vão algumas dicas para você começar aproveitar esta permissão da melhor maneira possível:


>> Pense no tipo de vida que você quer levar: como seria o seu dia-a-dia? Comece a fazer mudanças a partir disso.


>> Você tem vontade de ser mais extrovertida? Mais sociável? Experimente novos comportamentos com a liberdade de não ter ninguém te olhando torto :)


>> Já pensou em estudar ou ter uma carreira completamente diferente? Comece a pesquisar sobre ela e experimente este novo papel!


E se você quiser minha ajuda para aproveitar esta permissão da melhor forma possível, marque uma sessão experimental para eu te ajudar neste caminho: www.estefaniabarsante.com/expatriadas.


Ainda não conhece meu podcast e quer ouvir as entrevistas? Você encontra todos os episódios em: https://www.estefaniabarsante.com/podcast.


📩 Receba conteúdos exclusivos por email:

Quinzenalmente, eu envio minha carta digital, onde compartilho reflexões e bastidores sobre morar no exterior, carreira e vida com equilíbrio. Inscreva-se: https://bit.ly/estefania-newsletter



**Photo by Drew Colins on Unsplash

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo